Variedades

Febre Amarela: Dia D no Rio

Novamente um mosquito conseguiu ser mais forte do que o ser humano, e mais uma doença transmitida por um bichinho tão pequeno tem nos deixado preocupados: Febre Amarela.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por mosquito) e que pode levar à morte.

Transmissão

A febre amarela silvestre é transmitida através da picada de mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem em matas e vegetações à beira dos rios, já a febre amarela urbana é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Quando o mosquito pica um macaco ou uma pessoa doente, que está com febre amarela, ele torna-se capaz de transmitir o vírus.

 Sintomas

Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

 Tratamento

Somente um médico é capaz de diagnosticar e tratar corretamente a doença. No entanto, não há nenhum tratamento específico. Mas é importante cuidar dos sintomas como dores no corpo e cabeça, com analgésicos e antitérmicos. Atenção: Medicamentos como aspirina devem ser evitados, já que podem favorecer hemorragias.

♦ Como evitar

A única forma de evitar a Febre Amarela é através da vacinação. A prevenção inclui evitar o contato e a picada pelo mosquito, por meio do uso de repelentes, mosquiteiros impregnados com inseticidas, roupas protetoras, telas em portas e janelas.

 Dia D

No estado do Rio de Janeiro, o Dia D de vacinação contra a febre amarela acontecerá no dia 27 de janeiro (sábado), das 9h às 17hs, em todos os 92 municípios do Rio, e o público alvo dessa campanha são pessoas que possuem idade entre nove meses e 59 anos. Para saber os locais de vacinação no estado do Rio de Janeiro, acesse o site Febre Amarela RJ.

Obs: Antes de se vacinar, questione quais são as restrições, pois algumas doenças e medicamentos não são compatíveis com a vacina. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando também não podem receber a vacina.

Obs: Outros estados também terão o dia D para vacinação, então fique atenta(o) nas mídias.

Vale lembrar que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos.

Fonte:

www.riocomsaude.rj.gov.br

Fiocruz

prx1

Post Anterior Próximo Post

O que você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta