Data

Resumo do Carnaval Rio 2017

Carnaval com muita coisa para contar

Oi, pessoal!

Esse ano, oficialmente, o Carnaval Rio de Janeiro 2017 ocorreu entre os dias 25 de fevereiro a 01 de março, mas para a alegria do público, o calendário extraoficial do Carnaval carioca foi iniciado no mês de janeiro com alguns eventos carnavalescos e terminará no próximo domingo (05/03) com vários blocos de rua.

Como aconteceu bastante coisa, no post de hoje trago um rápido resumo do que aconteceu nesses dias de folia na cidade do Rio de Janeiro.

Apesar da crise financeira do país, e a incerteza se haveria festa no Rio de Janeiro, devido a possível paralisação dos policiais (devido a falta de pagamento de salário), houve bastante folia. Blocos de rua agitaram a nossa cidade, tanto no subúrbio, orla e no centro, com muita música e purpurina.

♦ Sem Prefeito

Esse carnaval já começou com o fato diferente, porém não tão inesperado, que foi o do atual prefeito não ter comparecido à cerimônia de entrega da chave da cidade ao Rei Momo (tradição de carnaval), e a nenhum outro evento oficial de carnaval da cidade do Rio.

♦ Acidentes

Houveram problemas com carros alegóricos que marcaram os desfiles das escolas de samba do Grupo Especial.

Um acidente com um carro da Tuiuti deixou 20 feridos ao atingir pessoas na Marquês de Sapucaí. A União da Ilha sofreu com problemas em seu quinto carro, mas ninguém se feriu. Uma mulher caiu de uma estrutura durante o desfile da Mocidade, mas felizmente ela não teve ferimentos, e no começo do desfile da Tijuca, uma parte de um dos carros afundou e feriu 12 componentes.

Segundo a Riotur, desde a inauguração do Sambódromo do Rio, já ocorreram acidentes durante o carnaval, mas nunca houve um desfile tão conturbado, com acidentes e vítimas graves, como neste ano.

♦ Novas Regras

Após essa série de acidentes nos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro, o Inmetro informou que vai agilizar a criação de regras de padronização na construção dos carros alegóricos. Quando pronta, a regulamentação deve abordar todas as fases de construção de um carro alegórico, começando pela estrutura, parte de propulsão (motores) e funcionamento do carro no momento do desfile, como a parte elétrica.

Além de criar a regulamentação, o Inmetro também deve ser o responsável por vistoriar e aprovar os carros alegóricos antes dos desfiles.

♦ Blocos de rua

Na terça feira 85 blocos saíram ruas do Rio de Janeiro , a partir das 8 da manhã. Em plena Quarta-Feira de Cinzas, 09 (nove) grupos ainda saíram às ruas da cidade no dia que, pela tradição, marca o fim do carnaval.

Apesar de, oficialmente, o carnaval ter acabado, a folia irá até o domingo, com alguns blocos de rua (confira a programação dos últimos bloquinhos no site Diário do Rio).

♦ Apuração

Na quarta-feira é dia da apuração das escolas de samba do grupo especial carioca, e após 33 anos sem vencer, a Portela foi a grande campeã do carnaval do Rio de 2017. Agora a Portela é a escola que mais vezes foi campeã, com um total de 22 títulos.

O bairro de madureira foi tomado pela alegria da vitória, pois as duas escolas campeãs do Carnaval desse ano (série A e grupo especial) são do bairro suburbano ( Império Serrano e Portela).

♦ Mudanças

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa), após uma reunião de emergência na tarde de ontem, decidiu não rebaixar nenhuma escola para a serie A este ano. O que teria motivado a decisão foram os acidentes envolvendo os carros da Paraíso do Tuiuti e da Unidos da Tijuca, que deixaram pelo menos 35 pessoas feridas nos desfiles do Grupo Especial entre a noite de domingo (26) e a madrugada de terça-feira (28) de carnaval.

Em função disso, no carnaval de 2018 o Grupo Especial terá 13 escolas desfilando, das quais duas serão rebaixadas para a Série A do carnaval.

♦ Mulheres vítimas

Segundo o jornal Extra, o balanço divulgado pela Polícia Militar revelou que ao menos uma mulher foi agredida a cada quatro minutos. Durante cinco dias de carnaval, entre as 8h do dia 24 de fevereiro e 8h de 1º de março, a polícia atendeu a 15.943 solicitações, destas 2.154 chamadas foram pedidos de socorro sobre violência contra mulher.

♦ Resumo

O Carnaval foi movimentado, teve muito glitter, sereias, unicórnios, maiôs, pochetes, algumas situações bem ruins (acidentes, furtos, assédios, xixi na rua e outras coisas que não vimos mas aconteceram). Temos muito o que melhorar para os próximos anos, mas sem perder o alto astral que esses dias trazem.

resumo carnaval rio 2017

Fonte:

G1 , jornal Extra

prx1

Post Anterior Próximo Post

O que você pode gostar também

1 Comentário

  • Responder Milena Farias 6 de março de 2017 at 17:16

    Acho até legal esses blocos, mas nunca fui em nenhum. As escolas de samba eu também acho lindas, mas também nunca fui, rs. Prefiro o feriado de carnaval para descansar/viajar, do que pular atrás do trio, haha. Você foi em algum? Ou então foi ao sambódromo?
    Infelizmente também tem muita coisa ruim que acontece, né? Isso é triste. Algumas coisas por acidente (que não deveriam acontecer, mas que infelizmente estamos todos sujeitos a isso), outras coisas ruins acontecem porque as pessoas tem que aprender a ter mais respeito uma pela outra. Seria tão bom poder curtir sem ter que se preocupar, né?

    Bjs, Mi
    http://www.triicotando.com

  • Deixe uma resposta