Browsing Tag

Casamento

Reflexão

A morte, a vida e o amor

Oi, pessoal!

Que tal refletirmos sobre a morte, a vida e o amor, aproveitando o clima de romance que o mês de junho nos traz?!

Dias dos namorados chegando, e me deparo com essas imagens comoventes, que nos faz pensar o quanto é importante aproveitarmos cada momento ao lado de quem amamos.

Um fotógrafo chinês compartilhou uma série de fotos de seu avô emocionantes, antes e depois da morte da esposa do idoso.

Refletindo sobre essa série de fotos, lembrei imediatamente da frase “A vida não passa de uma oportunidade de encontro; só depois da morte se dá a junção; os corpos apenas têm o abraço, as almas têm o enlace” do escritor francês Victor Hugo.

A morte é realmente algo tão triste, pois com ela vem a percepção de não se ter realmente vivido, de não ter aproveitado as oportunidades, de não ter sorrido mais, de não ter dito o quanto ama as pessoas queridas, de não ter se permitido ser.

E a morte é algo tão triste, quase que uma piada de mal gosto, pois mesmo que você tenha realmente vivido e amado, a falta da pessoa amada deixa um imenso vazio, uma solidão constante.

Mas é melhor ter vivido a experiência de ter um grande amor por um tempo, ou por muito tempo, do que nunca ter amado. Afinal, a morte não é um adeus, mas sim um até breve.

Vale a pena conferir as fotos emocionantes e refletir:

Para refletir sobre a morte, a vida e o amor!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Para refletir!

Não deixe para dizer “eu te amo” amanhã. Não deixe para abraçar amanhã. Faça hoje!

Aproveite enquanto há vida!

Fonte: Gadoo

prx1

Beleza

Casamento cor de rosa!

Oi, pessoal!
.
Muitas mulheres sonham em casar com um belo vestido e se sentirem como verdadeiras princesas. E as mais românticas já pensaram ao menos uma vez em como seria casar vestindo rosa [Não adianta negar, cor mais feminina não há!].
.
Quem realizou o sonho de quase toda menina romântica, foi a atriz Kaley Cuoco, a eterna “Penny, Penny, Penny” como diria Sheldon [seriado The Big Bang Theory].
.
A própria atriz divulgou algumas fotos do seu casamento em seu Instagram pessoal. Quer ver?!
.

 

Fonte: Instagram
.
Eu achei lindo o vestido e nas fotos deu para  perceber o quanto o casal estava feliz com o casamento.
O que vocês acharam? Usariam esse vestido?
 .
Relacionamento

Casamento: O amor e a cumplicidade nunca saem de moda!

Oi, pessoal!
.
Sempre comento que a cada ano que passa, parece que os valores morais estão invertidos, e que eu nasci na época errada por gostar de algumas coisas consideradas antiquadas (como sonhar em casar, ter filhos…).
.
Para quem está um pouco desnorteado com tanta inversão de valores [é tanta coisa errada que querem nos impor como se fosse certo e normal], trouxe um trechinho de um texto de Martha Medeiros sobre intimidade e casamento.
.
E para completar, além do texto, que tal depois vermos algumas reações dos noivos ao verem suas noivas?
.
.
Intimidade é ler os olhos, os lábios e as mãos de quem está com você. Mais do que repartir um endereço, é repartir um projeto de vida. Não basta estar disponível, não basta apoiar decisões, não basta acompanhar no cinema: intimidade é não precisar ser acionado, pois já se está mentalmente a postos.
.
Intimidade é não ter vergonha de ser o que a gente é, não precisar explicar coisa alguma, ser compreendido e brigar sabendo que nada irá se romper. Intimidade é não precisar andar na ponta dos pés pelos corredores de uma vida compartilhada.
.
[…]
.
O casamento dá uma intimidade rara, apaziguadora, salutar. Não há máscaras nem teatro: é o habitat natural de um homem e de uma mulher que se querem como são.
.
Martha Medeiros
.

.

Fotos retiradas do site Zupi

.

O amor e a cumplicidade nunca saem de moda!
.
Relacionamento

Casamento na igreja

Oi, pessoal!
.
Maio é conhecido como mês das noivas, e infelizmente passou voando. E só agora percebi que o mês passou e eu acabei por não fazer nenhuma postagem relacionada ao tema noivas. [Que dó!]
.
Mas como estamos em junho,e este também é um mês de muito amor e expectativas [mês dos namorados], resolvi compartilhar parte de um texto da Martha Medeiros sobre o casamento na igreja. 
.
[Ainda não casei nem no civil, mas adoro tudo relacionado ao tema. Confesso que sou uma romântica que ainda acredita totalmente no casamento].
.
.
Vale a pena ler.
 .
 
CASAMENTO NA IGREJA
 
Tem gente que acha careta, tem gente que acha um luxo. A verdade é que ninguém é indiferente a uma cerimônia de casamento realizada na igreja, com direito a tapete vermelho, marcha nupcial, véu e grinalda. A maioria das garotas sonha com esse momento, o de ser entregue ao noivo pelas mãos do pai e de vestido branco, mesmo que essa simbologia tenha perdido o significado. 
.
Os futuros cônjuges podem estar dividindo o mesmo teto há meses e até ter um filhinho, quem se importa? A verdade é que casamento na igreja é um rito de passagem, um momento de bênção e de satisfação à família, aos amigos e à sociedade. O amor pode prescindir desse ritual todo, mas um pouco de pompa e circunstância não faz mal a ninguém.
.
Já que o casal optou pelo sacramento do matrimônio e quer fazê-lo diante de Deus, o mais seguro é não inovar. Nada de entrar na igreja sob os acordes da trilha sonora do Titanic, casar de vermelho e decorar a igreja com cactus. Você não está numa passarela do Dolce & Gabanna, está na capelinha da sua paróquia: Mendelssohn, velas, copos-de-leite e uma boa Ave-Maria na saída, quer coisa mais chique e inatacável?
.
Se eu tivesse casado na igreja seria a mais convencional das noivas. Só uma coisa eu tentaria mudar, ainda que levasse um sonoro não: o sermão do padre. “Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até os fins dos seus dias?” Nossa, não é tempo demais? Bonito, mas dramático. Os noivos saem da igreja com uma argola de ouro no dedo e uma bola de chumbo nos pés. Seria mais alegre e romântico um discurso assim:
.
Ela: “Prometo nunca sair da cama sem antes dar bom-dia, deixar você ver os jogos de futebol na tevê sem reclamar, ter paciência para ouvir você falar dos problemas do escritório, ter arroz e feijão todo dia no cardápio, acompanhar você nas caminhadas matinais de sábado, deixá-lo em silêncio quando estiver de mau humor, dançar só pra você, fazer massagens quando você estiver cansado, rir das suas piadas, apoiá-lo nas suas decisões e tirar o batom antes ser beijada”.
 .
Ele: “Prometo deixar você sentar na janelinha do avião, emprestar aquele blusão que você adora, não reclamar quando você ficar quarenta minutos no telefone com uma amiga, provar a comida tailandesa que você preparou, abrir um champanhe no final de tarde de domingo, assistir junto o capítulo final da novela, ouvir seus argumentos, respeitar sua sensibilidade, não ter vergonha de chorar na sua frente, dividir vitórias e derrotas e passar todos os Natais do seu lado”.
 .
Sim, sim, sim!!!
.
Martha Medeiros
.