Browsing Tag

Data

Data

Carnaval 2018

Ah, o Carnaval! Dias de muito glitter, paetê, diversão, saia de tule e body temático! Hoje o post está recheado de ideias e agenda com todos os blocos de rua!

Começou a contagem regressiva! Amanhã, dia 09 de fevereiro, inicia o carnaval de 2018 e ao todo, serão 437 blocos até a Quarta-Feira de Cinzas.

Sim, essa combinação tomou conta das lojas e camelôs da cidade. E sejamos sinceros, super combina com o clima quente da cidade e com a folia.

Confira abaixo alguma opções bem bacanas para criança, mulher e homem que vende na Riachuelo e em outras fast fashion também é possível encontrar:

carnaval fast fashion riachuelo adulto

carnaval fast fashion riachuelo

carnaval fast fashion riachuelo menino

Opções da loja Oppen:

loja oppen carnaval

♦ Agenda super atualizada dos blocos de carnaval. O que não faltam são opções para curtir o Carnaval!

→ Para conferir a lista completa dos Blocos de Rua do Rio de Janeiro: Clique aqui e monte seu roteiro.

→ Como esse feriado pode e deve ser divertido para todas as idades, o Diário do Rio listou alguns dos bailes e blocos infantis do Rio: Clique aqui

→ Ah, e se você quiser curtir a resseca de carnaval, confira a agenda no Diário do Rio.

Curta os blocos, não dê importância para as filas nos banheiros químicos, os esbarrões e banhos de bebida… não se esqueça de ter atenção com a bolsa, carteira e celular…

O Rio de Janeiro continua lindo e cheio de glitter! Bom carnaval!

prx1

Variedades

Febre Amarela: Dia D no Rio

Novamente um mosquito conseguiu ser mais forte do que o ser humano, e mais uma doença transmitida por um bichinho tão pequeno tem nos deixado preocupados: Febre Amarela.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por mosquito) e que pode levar à morte.

Transmissão

A febre amarela silvestre é transmitida através da picada de mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem em matas e vegetações à beira dos rios, já a febre amarela urbana é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Quando o mosquito pica um macaco ou uma pessoa doente, que está com febre amarela, ele torna-se capaz de transmitir o vírus.

 Sintomas

Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. A forma mais grave da doença é rara e costuma aparecer após um breve período de bem-estar (até dois dias), quando podem ocorrer insuficiências hepática e renal, icterícia (olhos e pele amarelados), manifestações hemorrágicas e cansaço intenso.

 Tratamento

Somente um médico é capaz de diagnosticar e tratar corretamente a doença. No entanto, não há nenhum tratamento específico. Mas é importante cuidar dos sintomas como dores no corpo e cabeça, com analgésicos e antitérmicos. Atenção: Medicamentos como aspirina devem ser evitados, já que podem favorecer hemorragias.

♦ Como evitar

A única forma de evitar a Febre Amarela é através da vacinação. A prevenção inclui evitar o contato e a picada pelo mosquito, por meio do uso de repelentes, mosquiteiros impregnados com inseticidas, roupas protetoras, telas em portas e janelas.

 Dia D

No estado do Rio de Janeiro, o Dia D de vacinação contra a febre amarela acontecerá no dia 27 de janeiro (sábado), das 9h às 17hs, em todos os 92 municípios do Rio, e o público alvo dessa campanha são pessoas que possuem idade entre nove meses e 59 anos. Para saber os locais de vacinação no estado do Rio de Janeiro, acesse o site Febre Amarela RJ.

Obs: Antes de se vacinar, questione quais são as restrições, pois algumas doenças e medicamentos não são compatíveis com a vacina. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando também não podem receber a vacina.

Obs: Outros estados também terão o dia D para vacinação, então fique atenta(o) nas mídias.

Vale lembrar que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos.

Fonte:

www.riocomsaude.rj.gov.br

Fiocruz

prx1

Moda

Inverno 2017

As principais tendências de moda do inverno 2017

Hoje, dia 21 de junho, começa a estação mais fria do ano, o inverno. E é a época que queremos ficar quentinha, bem vestida e aproveitar para usar nossos casacos que passam a maior parte do ano guardados no fundo do armário.

Confira no post de hoje, algumas das principais tendências de moda para o inverno 2017, segundo a Vogue Brasil.

Monocromia

Não importa se o eleito será neutro ou pastel: vestir o mesmo tom da cabeça aos pés é o mandamento cromático número 1 da temporada. Laranja, amarelo, roxo, azul… e a lista de cores apareceu na passarela de grifes como Victoria Beckham, Dior, Chanel, Emilio Pucci e muito mais.

 Veludo

Seja como veludo molhado, cotelê, devorê, cristal ou alemão, o material parece finalmente ter encontrado fixo na moda – é o que comprovaram as coleções de inverno 2017 apresentadas neste São Paulo Fashion Week. Marcas como PatBo, Apartamento 03, Cotton Project, Ratier, TIG e Lilly Sarti desfilaram looks que utilizam o veludo não apenas como tecido principal, mas também como base para outros adornos, como paetês e bordados românticos.

Sporty

Bonés, tênis, maxibolsas de tecido impermeável, moletons e t-shirts são apenas algumas das referências ao universo esportivo que reinaram nas passarelas da última edição nº 43 do SPFW. Para investir já!

Foco nos ombros

Já é uma nota cantada há algumas temporadas: os anos 80 estão com tudo. E, no que depender das passarelas internacionais para o inverno, a melodia não vai mudar. É assim, pelo menos, na semana de moda de Paris, onde ombros poderosíssimos foram vistos em passarelas de diversas marcas, adaptados a cada uma de suas personalidades.

Brilho máximo

Lamê e lurex deixaram a parcimônia de lado para brilhar com força total nos desfiles da última temporada internacional de moda, dando o tom as coleções de grifes com DNA bastante distintos.

Xadrez couture

O print ganhou novo fôlego nas passarelas da última semana de moda de Paris, inverno 2018.
Dior, Loewe e Olivier Theyskens foram algumas das marcas que investiram no xadrez couture, uma versão sofisticada do quadriculado, que passa longe do estigma grunge para ser tratado como motivo nobre para os looks noturnos e uma das grandes tendências de inverno. Pode apostar.

Parkas

Em versões luxuosas, parkas são grande aposta do inverno 2017 das grifes nacionais nop SPFW. Apartamento 03, Giuliana Romanno, PatBo e Vitorino Campos estão entre as grifes que desfilaram suas versões – e a fila de espera nas lojas já começou a se formar!

T-shirt com frase

Use o guarda-roupa para levantar sua bandeira e escolha uma camiseta com a mensagem que quer passar para o mundo.

Fonte: Vogue Brasil

prx1