Reflexão

Vida e sua fragilidade esquecida

Oi, pessoal!

Ontem, 15 de setembro, um ator (Domingos Montagner) da novela das 9 da Globo perdeu a vida.. E não, eu não era fã, e nem ao menos assistia a novela (Velho Chico), pelo contrário, achava essa novela esquisita (nunca entendi o motivo de ter aparência de que sempre são cinco da tarde ou do porque os personagens viverem com aparência suada).

Mas o falecimento repentino me fez pensar sobre a fragilidade da vida. Não estamos vivos hoje, mas sim, agora.. pois no segundo seguinte já podemos não estar.

O ator teve um dia comum, normal, simples para a sua rotina.. trabalhou, almoçou e resolveu nadar no rio que estava…e pronto.. uma fatalidade… a vida dele terminou ali.

É claro que os primeiros sentimentos numa noticia dessa são perplexidade e tristeza, afinal, o ser humano nunca está preparado para a morte de alguém (muito menos a sua própria).. mas também devemos desacelerar um pouco e pensar… fazemos tantos planos.. deixamos tantas coisas para amanha..para depois.. com a certeza de que teremos esse “depois”.

Quantas atividades de laser deixamos para depois, quantas palavras de carinho deixamos para depois, quantos pedidos de desculpas deixamos para depois…quanta vida deixamos para depois?!

Quando paramos para pensar friamente, percebemos que a unica certeza na vida que temos é que ela acaba de repente.. que deveríamos viver cada minuto de forma mais leve, de forma feliz.. afinal, no próximo segundo podemos não estar mais vivos. O ser vivo é tão frágil, o ser humano então, nem se fala.. Quantas vezes soubemos de que alguém morreu de um acidente bobo, uma doença boba : ontem “fulano” estava super bem, e hoje faleceu.

Perdemos tanto tempo em busca de dinheiro, de bens materiais.. ficamos estressados, cansados.. não demonstramos o amor que sentimos pelas pessoas… e só percebemos isso quando soubemos de alguém que não terá mais a oportunidade de viver o dia de amanhã, o dia de hoje!

Devemos pensar: Se eu morrer hoje, terei feito o que queria? Terei aproveitado as oportunidades? Terei sido uma boa pessoa? Terei deixado claro às pessoas o quanto as amava? Terei sido feliz?

Ainda há tempo.. aproveite esse segundo…

…ainda dá tempo…

…de viver!

A vida e sua fragilidade

♦ Para saber sobre o ator Domingos Montagner: Folha de S. Paulo

prx1

 

Post Anterior Próximo Post

O que você pode gostar também

Nenhum comentário

Deixe uma resposta